2017

Quantas vezes você se sentiu triste esse ano ? E feliz ? Existe um equilíbrio entre os dois ? Sim ? Não ?. Já imaginou uma vida 100% feliz ? Consegue imaginar ? Eu não, porque se fossemos felizes o tempo todo, a felicidade não seria algo almejado, seria algo comum. Se sou pessimista ? Hoje prefiro o termo realista, mas talvez fosse até semana passada. Tudo muda tão rápido. Comecei esse ano namorando, já não estou mais. Aliás, é sobre isso que quero falar. Quantas vezes você já tornou algo bobo o motivo para o fim do seu mundo ? Quer saber de mim ? Obviamente é resposta é: VÁRIAS !. Mas estive pensando… O que aconteceu de bom no meu ano ? Que engraçado, a resposta é a mesma de novo: VÁRIAS (coisas)!, posso até enumerar algumas: depois de um ano voltei a falar com a minha melhor amiga e, também no início do ano, tive a oportunidade de conhecer um youtubers que eu super adoro, além de muitas meninas incríveis que me ensinaram e ensinam até hoje o verdadeiro significado da palavra sororidade. Além disso, também nesse ano, tentei deixar a timidez um pouco de lado e assim conheci muitas pessoas, fiz várias amizades (algumas delas muito especiais) e me aproximei de antigos amigos. Vivi novas experiências (fui a dois shows ! AnaVitoria e Bruno Mars <3), me apaixonei por lugares que já eram velhos conhecidos (praia <3) e finalmente realizei um sonho: entrei para o ballet. Para você que está lendo podem parecer coisas bem irrelevantes, mas é assim mesmo, o grau de importância das coisas varia de pessoa para pessoa, por isso desafio você a pensar em pelo menos cinco momentos (ou  um de cada mês do ano) que tenham te deixado muito contente e/ou que contribuíram para você mudar. Espero que se surpreenda assim como eu, e que aprenda também a dar menos atenção a assuntos pontuais, como o término de um relacionamento. Pessoas vêm, algumas ficam, outras vão, é normal, não se desespere, apenas respire fundo e siga em frente.

Anúncios