Resenha: Como eu era antes de você

resenha1
Oi gente ! Hoje eu trouxe a resenha de um dos livros que marcaram minhas férias, mas antes vou comunicar que o post não terá fotos por motivos de: não tenho o livro física, haha, vamos lá.

Como eu era antes de você é um romance da Jojo Moyes que de clichê não tem nada. O livro fala sobre a vida da Lou, uma adulta sem ambições que trabalha em uma cafeteria para ajudar nas despesas de casa. A vida dela era completamente normal, tinha uma família, um namorado, um emprego estável, até que a cafeteria fecha e ela se vê obrigada a procurar outro trabalho com um bom salário. Daí sua vida se cruza com a de um milionário tetraplégico mal-humorado, fazendo tudo virar de cabeça para baixo e mudar completamente.

Bom, eu achei o livro bem interessante, como eu disse acima ele não é clichê e a partir de um ponto não dá mais vontade de parar de ler. Minha opinião vai ser curta porque é muito difícil falar sem deixar escapar nenhum spoiler, hahaha. Enfim, gostei muito e em breve farei resenha da continuação (Depois de você).

~> Se eu fosse dar uma nota de 0 a 5 para o livro, daria 5;
~> Espero que tenham gostado e até a próxima :*.

Anúncios

Resenha: Eleanor & Park

IMG_0284
Sábado, céu nublado, frio, chuva, tudo isso combina com o que ? Sim, ler. Nesse último sábado fui ao shopping com a intenção de comprar algum livro, e me deparo com esse, fiquei muito feliz em saber que ele tinha versão em português, porque eu pensei que não possuía.

IMG_0288
Os amantes de qualquer livro do John Green vão amar essa história. Um dos fatos legais é que o livro contém a opinião de vários autores, incluindo o John Green, sobre o livro. A história roda em torno de Eleanor, uma menina nada perfeita (ao seus olhos) que sempre é julgada pela sua aparência e não pelo seu caráter. Sua vida muda completamente ao mudar de escola e conhecer Park, um menino mestiço (mãe coreana + pai americano) que curte punk rock, história em quadrinhos e ser diferente.

Uma das coisas boas do livro é o fato de ser impossível imaginar o final nos primeiros e até mesmo nos últimos capítulos #indireta para A casa das orquídeas. E o ar de história inacabada faz o livro ficar ainda mais real, até porque nossa história só acaba quando morremos (isso foi uma das coisas que me lembrou o John Green). Outro “lance” que fez a história ficar ainda mais real foi o fato dela não ser perfeita, porque nenhum relacionamento é perfeito, e eu amei isso.

IMG_0287
IMG_0290
IMG_0285

~> Nota de 0 à 5 ? Acho que esse livro merece infinito positivo, hahaha.