Anime #Kyoukai no kanata

Que anime foi esse sociedade ???? Muito bom, amei ! Dessa vez não vou prolongar muito (amém), porque quando eu começo fica difícil parar, hahaha.

Akihito, um menino aparentemente comum, mas na verdade é um meio-youmu (eu pensava que ele era meio yokai. Yokai é o inuyasha, hello querida), e de comum ele realmente não tem nada, além de ser imortal, Akihito ainda possui o youmu mais poderoso que existe dentro de si, o que o deixa a beira da morte várias vezes. Mas nessa trágica história, ele conhece uma linda menina de óculos chamada Mirai. A princípio ela só o vê como “centro de treinamento”, mas com o desabrochar da história, os dois se rendem ao destino. Sem mais spoiler, hehehe, agora só assistindo.

Ah e não posso esquecer de cita isso, a opening e a ending são um amor <3. Recomendo inúmeros replays. (caso gostem, o nome da opening é Minori Chihara – Kyoukai no Kanata e da ending Stereo Dive Foundation – Daisy).

~> Uma nota de 0 à 5… Merece até mais que 5, vale a pena assistir de verdade ! (:

Anúncios

Anime #mirai nikki

Eu disse que tinha novidade, não disse ? hehe. Como eu não assisto muito filmes, decidi criar essa nova categoria para os polêmicos “animes”. Polêmicos por quê ? Há sempre umas pessoas que entram em guerra por acharem que animes e desenhos são as mesmas coisas e outras pessoas por terem opiniões inversas, ou seja, acharem que animes e desenhos são coisas completamente diferentes, e que é um absurdo enorme compará-los. Na minha opinião, animes são desenhos animados criados no Japão, há também quem diga que existem animes em outros países (se houver eu não conheço). Assim como os “cartoons” são animações do EUA. O que quero dizer é que cada região usa uma determinada nomenclatura para a mesma coisa.

Para iniciar com chave de ouro, vou resenhar um dos meus animes favoritos. Mirai Nikki.

Já presenciei várias pessoas criticando o anime, dizendo que o final é horrível, que a personagem é maluca, também já vi meninas se comparando com a Yuno e muitas outras coisas. Tudo bem, o final foi daqueles que parece que tem continuação mas não tem (até porquê já disseram que não terá 2° temporada #chora), maaaaaaaaaaaas fizeram um OVA que melhorou um pouco a situação.
Sobre a personagem (Yuno): Talvez a obsessão dela seja assustadora, mas nos últimos episódios dá pra entender o porquê dela proteger o Yuki e querer fazê-lo feliz.

Vamos falar da história então.

Amano Yukiteru (personagem principal) cria na sua mente um mundo onde existe um Deus dominador, mas um belo dia, ele descobre que não era só sua imaginação e é convidado para participar de um jogo com 11 portadores de diários (cada diário tem seu próprio “”poder””, ex: prevê o futuro, dá atalhos para fugir, etc) . O objetivo do jogo é matar todos os demais participantes para virar o próximo Deus. Ao longo do jogo ocorreram inúmeras coisas (que não vou citar porque será spoiler), mas é isso. Só o que posso dizer é que a linda da Yuno terá o tão esperado “Happy End” (os mais safadeenhos vão amar, hahaha #chega de spoiler).

5 estrelinhas para esse anime <3

Resenha: Deixe a neve cair

Antes de abrir o livro, pensei que os três autores haviam escrito uma única história juntos, mas na verdade são três contos que estão interligados um ao outro.

capture-20140128-153201
Ao abrir o livro me deparei com O Expresso Jubileu, de Maureen Johnson. Jubileu pensou que teria um natal normal até receber a notícia de que seus pais, colecionadores de uma pequenina cidade fictícia, foram presos. Pasma com a situação ela tenta buscar conforto nos braços do namorado, mas ele demonstra pouco interesse no assunto. Quando parecia que não podia ficar pior, ela se vê sem ter pra onde ir devido uma terrível nevasca. Mas o destino foi super generoso com ela e trouxe Stuart, um jovem bem gentil. Esse conto pra mim é o melhor do livro todo (Desculpa John Green).

capture-20140128-153339
O Milagre da Torcida de Natal, de John Green.  Tobin, JP e Duke estão curtindo uma noite de filmes em casa, até que um de seus amigos liga e propõe uma noite de “diversões” com líderes de torcida e um twister. O livro tem bastante ação e eu simplesmente amei o final, esse seria o final perfeito para kyoukai no kanata :(, mas não estou aqui para lamentar o final de um anime, haha.


capture-20140128-153456

E por último, O Santo Padroeiro dos Porcos, de Lauren Myracle. Sendo sincera, eu não gostei, a maior parte da história é Addie  lamentando o término do namoro. Passei por isso a bastante tempo e parecia até que era uma história da minha vida (tirando a parte do porquê que o namoro acabou). O final foi feliz mas a evolução da história foi bem fraca.

capture-20140128-153945

capture-20140128-154025

capture-20140128-154055

Studio Ghibli

Estou cumprindo o prometido (aêê !!). Vou resenhar todos os filmes do studio Ghibli, mas só tem 1 problema, eu ainda não consegui ver todos os filmes (por causa do meu lindo computador que trava a cada 30 minutos de filme ) então vou ter que por sinopses da internet mesmo (mas quando eu conseguir ver todos, edito tudo e coloco do meu jeito).

E eu tenho que pedir desculpas (novamente) porque tá muito difícil postar, ou é a light que não colabora, outra é o photoshop que da erro, mas não vou desistir ( E !!!). Vamos ao post ?

ghiblifilmes_kotakubr02
           Achei no google essa imagem super kawaii dos personagens principais

O castelo no céu (1986) –  O filme gira em torno de Sheeta, uma jovem menina que  guarda consigo uma pedra misteriosa passada por gerações em sua família. Por causa desse amuleto, ela é perseguida por agentes e piratas que buscam o caminho para Laputa (uma ilha flutuante), uns em busca de tesouros e outros sonham em governar a cidade perdida. Mas Sheeta não está sozinha nessa. Logo no início ela conhece um menino chamado Pazu, que vai fazer de tudo para proteger a moçoila. Bom, o final quebrou todas as minhas expectativas Disney, ou seja, de ter um final com eles se casando e feliz para sempre. Mas gostei bastante do filme, vale a pena assistir.

Túmulo dos vagalumes (1988) – Confesso que fiquei muito perdida no início do filme, mas depois percebi que esse filme é daqueles que começa do fim (não sei explicar muito bem). Vou dizer logo, esse filme é bem triste.
Seita e sua família vivem em uma cidade que sofre de constantes ataques aéreos devido a segunda guerra mundial. Mas em um desses algo surpreendente aconteceu, seus pais morrem. E ele se vê sozinho em um país em guerra com sua irmã mais nova (Setsuko). Maltratados pela única familiar (sua tia) da cidade , Seita decide viver do seu jeito. No início a ideia pareceu maravilhosa, mas depois de vários problemas, ele não se vê mais sozinho. (Só assistindo para vocês entenderem, haha).

Meu amigo Totoro (1988) – Fiquei com uma vontade enorme de morar no campo vendo esse filme. Imagina você ir morar no interior (no filme no caso, é o interior do Japão) e conhecer o protetor da floresta, e ele ainda te ajudar a chamar sua irmã perdida. Foi o que aconteceu com Satsuki e Mei, duas irmãs que viveram altas aventuras na sua nova casa.

O serviço de entregas da Kiki (1989) – Uma bruxinha chamada Kiki acaba de completar 13 anos e vai em busca de um lugar para iniciar seu treinamento, assim como manda o costume das bruxas. A jovem bruxa escolhe uma cidade grande e nela inicia seu serviço de entregas para sobreviver.

Memórias de ontem (1991)

Porco rosso – O último herói romântico (1992) –  Marco Porcellino (Moriyama), mais conhecido por Porco Rosso, é um caçador de prêmios que luta contra piratas aéreos, durante a Segunda Guerra Mundial. Cansados de serem caçados por Rosso, os piratas se unem e contratam um americano para duelar com ele.

Pom poko – A grande batalha dos guaxinins (1994) – O crescimento de Tóquio durante os anos 60 originou uma explosão urbanística nos subúrbios; montanhas foram aplanadas e florestas abatidas. Os tanuki, uma espécie de guaxinins, vêem-se ameaçados pelo desenvolvimento dos humanos: a área habitável diminui, bem como os recursos alimentares. A falta de comida conduz a guerras internas, mas a sabedoria dos anciões canaliza a energia e a frustração de todos os tanuki contra o inimigo comum: o Homem.

Sussurros do coração (1995) – Tsukishima Sizuku é uma garota alegre, de temperamento forte e uma leitora compulsiva, que devora livros com imenso apetite onde quer que esteja. E essa sua compulsão a faz notar um fato esquisito nas fichas de empréstimo da biblioteca: alguém de nome Amasawa Seiji vem lendo exatamente os mesmos livros que ela. Logo, sua curiosidade a coloca numa busca onde surgem personagens e lugares inusitados.

Princesa Mononoke (1997) – Um príncipe é infectado por um deus possuído com um mal que lhe causará a morte senão achar a cura. Para encontrá-la, ele decide viajar para longe e acaba entrando numa batalha entre os deuses animais da floresta, liderados por uma garota chamada Mononoke e por habitantes de uma vila de mineiros, que estão aos poucos acabando com a floresta.

A família yamada (1999)

A viagem de Chibiro (2001)

O reino dos gatos (2002) – Certo dia, voltando da escola, Haru (voz de Chizuru Ikewaki) avista um gato peculiar, que leva consigo, na boca, um pequeno embrulho. Distraído, o gato principia a travessia de uma rua movimentada, mas se atrapalha com o embrulho e não percebe que um automóvel vem à sua direção. Haru corre para salvá-lo, e o faz com êxito. No dia seguinte, fatos estranhos somam-se à rotina da garota, em decorrência da vida que salvou.

O castelo animado (2004 ) – Graças a uma maldição, a jovem Sophie transforma-se numa velha senhora. Incapaz de continuar trabalhando na loja de chapéus de sua mãe, ela passa a morar no castelo do notável bruxo Howl e faz amizade com o demônio de fogo Calcifer, que está ligado a Howl por meio de um contrato. Calcifer e Sophie, então, prometem ajudar-se mutuamente – ele quebrará a maldição, e ela o ajudará a fugir do castelo. Entretanto, Howl percebe que Sophie está amaldiçoada e apaixona-se por ela.

Contos de terramar (2006) – Em meio a uma tempestade marítima, os tripulantes de um barco não conseguem controlar o vento e o mar. Enquanto isso, dois dragões saem das nuvens escuras devorando um ao outro. Estes estranhos incidentes levam o mago Ged a investigar o que estaria afetando o equilíbrio das coisas. Em sua jornada, ele encontra o príncipe Arren, que diz estar sendo perseguido por uma sombra. Os dois seguem viagem juntos. Por onde passam, encontram sinais de que algo vai mal no mundo.

Ponyo – uma amizade que veio do mar (2008) – Ponyo é uma peixinha dourada que conhece o garoto Sosuke. Ele a leva para sua casa e decide cuidar dela. O amor e a amizade entre os dois é tão grande que Ponyo resolve se tornar humana só para ficar mais tempo ao lado de seu amigo.

O mundo dos pequeninos (2010) –  A história se passa na Tóquio dos dias atuais, e é centrada na garota Arrietty, de 14 anos, que vive com sua família debaixo do assoalho de uma velha casa. Eles são seres com cerca de 10 cm de altura, e vivem pegando coisas dos outros para sobreviver – tomando cuidado para não serem vistos pelos humanos e nem atacados por baratas e outros bichos do tipo.

~> Fonte: cineplayers (Minhas resenhas vão até “O serviço de entregas da Kiki”)